27 de mar de 2012

Sphynx - Os gatinhos pelados



A primeira vista, um choque: "Eu estou vendo mesmo um gatinho sem pêlo?".
Para os que não o conhecem, muita estranheza. E há até quem ache que possuem algum  problema de saúde. Mas quem conhece a raça, garante que são adoráveis.


A raça se chama Sphynx, e é bem rara. O que mais chama atenção realmente é o fato de parecerem pelados (eles possuem uma fina e rala camada de penugem), mas outras características físicas também são notáveis, como a pele enrugada, o corpo magro, mas musculoso, orelhas grandes e cauda longa. Como já era de se esperar, eles também não possuem bigodes.


São animais muito afetuosos e sociáveis. Muito apegados aos donos, e gostam de ser o centro das atenções. Adoram brincadeiras, inclusive com caninos, e por serem muito inteligentes, é bem fácil adestrá-los para obedecer a comandos.

Originada no Canadá, a raça (pode acreditar) não é fruto de manipulações genéticas. E sim, da seleção de animais sem pêlo, pois esta característica é de um gene recessivo. Estes animais foram cruzados sucessivamente, com outras raças inclusive (como o Devon Rex), para tentar fixar algumas características.


Apesar de não serem necessárias sessões de escovações regulares, eles necessitam de alguns cuidados especiais. Os banhos devem ser mais frequentes, pois a pele desses bichinhos apresenta uma oleosidade que ajuda na proteção, e que eles não conseguem eliminar somente com sua própria higiene. Também podem ser realizadas limpezas com o auxílio de lenços umedecidos.  


Outro cuidado é com a temperatura corporal. Por não possuirem pêlo, torna-se difícil manter a regulação da temperatura do próprio corpo. Assim, eles são mais sensíveis ao frio, e no inverno, o uso de roupinhas ajuda bastante (eles até possuem grifes de roupas específicas para a raça). Banhos de sol ajudam, mas em excesso, podem provocar queimaduras.


Espero que tenham gostado desses "peladinhos".

             Beijos à todos,


                             Michelle :)

Um comentário: