29 de mai de 2012

Komondor - O gigante dos pastores


Enquanto minha mãe folheava o Almanaque dos Cães, uma foto chamou a sua atenção, e ela ficou admirando por alguns instantes, até que exclamou: "Coitadinho, ele merece uma tosa!". Ao me aproximar, percebi que ela olhava a foto de um KOMONDOR. E ficou espantada, quando eu disse que o pêlo dele era assim mesmo, todo encordoado.

A pelagem longa e rústica, recobre todo o corpo do animal como se fosse uma manta, tornando-se a característica mais marcante da raça.


A raça é de origem húngara, e era utilizada no pastoreio de ovelhas. Por viverem ao ar livre, o pêlo denso protege esses animais das mudanças bruscas de temperatura.

Mas engana-se quem pensa que estes cães já nascem com o pêlo assim. Pelo contrário. Quando são filhotes, são completamente brancos e fofos, e o pêlo começa a encordar alguns meses depois do nascimento, tendo os dreads totalmente formados por todo o corpo por volta de  2 anos de idade.


Outra característica que chama a atenção, é o tamanho. Esses cães podem apresentar 65 cm de cernelha e 60 kg. E mesmo sendo uma raça gigante e com corpo musculoso, são bastante ágeis, o que os torna excelentes cães de guarda.

Possuem temperamento equilibrado. Durante o dia, são bastante quietos, e passam grande parte do tempo deitados. Raramente latem. Seu instinto natural de proteção faz com que cuide e proteja seu território como um todo.


Se você pensou, assim como minha mãe, que esses peludinhos não tomam banho e nem precisam de cuidados especiais, você errou feio! Eles tomam banho sim, só não precisam ser escovados e desembaraçados. Para que as "trancinhas" sejam formadas e não fiquem emaranhadas, é necessário dividir os pêlos em pequenas porções ou cordas, o que é muito trabalhoso. E o pêlo pode ser aparado de tempos em tempos, para que não arraste no chão.

Aqui no Brasil esses cães ainda são raros, e na maioria das vezes são importados de países europeus. O valor de um Komondor pode chegar a R$ 3.000,00.


 Beijos,

     Michelle :)


Nenhum comentário:

Postar um comentário